quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Retorno

Entre passos em circulos,


Retorno...


Ao meu coraçao.




Lais de Andrade

5 comentários:

Monique disse...

Os retornos ! ah os retornos, quse não falamos disso cotidianamente, talvez por sempre estarmos querendo ir , ir , ir além e além e nunca voltar .

Enfim , uma vez retornei com o coração apertado, me sentindo uma estrangeira, mas com o tempo foi a melhor das decisões.
Belas palavras!

Continue as leituras, as litinhas d elivros, porque é isso que faz a diferença.


Beijo.

Monique disse...

Sim deram lindas palavras essa reflexão sobre o retorno.

Querida fique tranquila você me entregando o livro até a última semana de outubro td bem . Preciso devolver logo depois dessa data !

Sem neuras .
Abraço .

Mário Liz disse...

São 3 versos e uma alma quase do tamanho do mundo. Tem um Quê de Drummond, outro Quê de Leminks e um alfabeto inteiro de palavras circunscritas no teu coração.


Parabéns pela simplicidade, pela ternura e pela beleza deste poema.

Estes três versos são realmente a tua cara.

Abraços do Poeta e Amigo´

Mário Liz

PS: - Quando vc sair do A.A relate suas experiências em poemas.

Cristine Bartchewsky disse...

Lindo poema e belíssima foto!

Obrigada, Laís...

Fico feliz que tenha apreciado!

Também voltarei aqui para um cafezinho...

Beijos

kazinha disse...

esse retorno c faz numa volta quadrada???

=)

Lá... sua serenidade está em kda palavra escrita e reescrita...
é como se...caísse a pétala sobre os pinceis que a fazem poetizar...

Te adoro tchuca!